Jolie Culpa Vício de Brad Pitt em Drogas Pelo Divórcio

 Atores estavam juntos há 12 anos

Parece que Marion Cotillard não tem nada a ver com o fim do casamento de Angelina Jolie e Brad Pitt. O verdadeiro motivo do divórcio seria o vício em drogas do galã de Hollywood.

Segundo o site "TMZ", a atriz estaria cansada dos excessos do marido no uso de álcool e drogas, e dos ataques de fúria que a dependência das drogas causam no bonitão.

A estrela acredita que o loiro se tornou uma presença perigosa para os filhos. Por esse motivo, a famosa não pretende dividir a guarda dos seis herdeiros com o ex.

No que depender da artista, o veterano poderá visitar as crianças sempre que quiser, mas não terá permissão para conviver diariamente com eles.

Em comunicado, o advogado da morena afirmou que Angelina não pretende fazer nenhum comentário sobre a separação: "Essa decisão foi tomada pela saúde da família. Ela não vai comentar o assunto e pede privacidade para a família neste momento".

MAS, O QUE DIZ O TRIBUNAL SOBRE O MOTIVO DA SEPARAÇÃO?

Os jornalistas da Reuters tiveram acesso a uma cópia dos documentos que apresentam a justificação oficial para a separação. Pode ler-se ainda que Angelina Jolie pediu a guarda total dos três filhos adotivos - Maddox, de 15 anos, Pax, de 12, Zahara, de 11 - e dos três filhos biológicos - Shiloh, de 10 anos, e os gémeos Knox e Vivienne, de 8, autorizando visitas de Brad Pitt. 

Para a representar em tribunal a atriz contratou os serviços da advogada Laura Wesser, conhecida por resolver divórcios de celebridades como Johnny Depp e Amber Heard. Para lá das “diferenças inconciliáveis.

Vale lembrar que Pitt e Jolie estão juntos desde 2004. A união foi oficializada apenas em agosto de 2014. Os rumores de crise começaram em fevereiro deste ano.

Fonte: TMZ
Share on Google Plus

About Isá Gildo Electromoz

Se me conheces com base no meu passado, permita-me que eu me apresente novamente!